Fiz tudo isso, e agora?

Pensando no que escrever lembrei-me do texto sobre ansiedade que escrevi e como muitas vezes as coisas estão totalmente associadas e nem percebemos.

Relembrando uma das coisas que mencionei lá, qual seja, as imposições de metas fossem elas pessoais, familiares ou das pessoas que nos cercam e como isso pode, no final do dia, gerar bastante ansiedade resolvi me questionar, mas e se fiz tanta coisa e agora me sinto perdida?

De repente posso acabar percebendo que não me sinto mais desafiada…que minha vida entrou no piloto automático e que no fundo no fundo acabo fazendo praticamente a mesma coisa todos os dias.

É clarooooo que essa constatação não é tão óbvia assim, afinal de contas “OLHA QUANTO PEPINO EU RESOLVI ONTEM!!!!”

Porém se questione honestamente: você nunca, nunquinha viveu algo parecido?

Em uma certa época trabalhei em um projeto que foi extremamente estressante, tivemos mudanças nos horários, mudanças nos procedimentos, recordes de várias coisas…e eu, obviamente, estava super estressada e preocupada….

Trabalhei loucamente, corri de salto alto até dar bolha nos pés e fiquei mega cansada.

Terminado aquele dia em que onde TUDO que não podia dar errado NÃO DEU e TUDO que podia DAR errado DEU eu me pus a questionar será que isso é realmente novo para mim?

Agora você pode estar pensando duas coisas:

Pensamento 1: Eu nunca senti isso, besteira!

Resposta: ÓTIMO! Significa que você ainda se sente desafiado e aprendendo ou mesmo isso não é um valor para você.

Pensamento 2: Nossa…é verdade! Fiz tudo isso e agora entrei no piloto automático, e agora?

Resposta: O autoconhecimento é a melhor ferramenta para a evolução da humanidade.

Retome o espirito questionador, questionador de você mesmo.

Se olhe e tente entender o que te faz levantar todas as manhãs ou mesmo quais são os valores que regem a sua vida, é a honestidade? Pode ser também a segurança e se for o desafio?

Esse é um ótimo começo, mãos à obra e bom trabalho!

Beijos e abraços,

Thais Lima

Coach e Mentora

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *