A fuga dos cafezinhos!

Às vezes me pego pensando até que ponto a prática de tomar cafezinho ao longo do horário de trabalho se tornou algo positivo na rotina do mundo corporativo.

Em um período que a preocupação com os custos e com a maximização da produtividade está mais em evidencia do que nunca o velho hábito de ir tomar um cafezinho e ficar batendo papo no corredor pode ser interpretada de várias formas.

Desde um simples momento de networking e descontração, ao fomento da boa e velha radio peão, pode ser ociosidade ou até uma fuga de atividades que já não gostamos mais de fazer e nos fadiga.

Impressionante como um simples ato pode significar tantas coisas, não?

Pois é, o pior é que pode mesmo!

Aos olhos de uma pessoa atenta e observadora de si mesma é sempre importante a reflexão.

Acreditamos que um ato simples muitas vezes não é visto ou julgado pelos outros, mas infelizmente esta não é uma realidade.

Existem estudos que comprovam que o simples ato de olhar e responder mensagens de whatsapp podem reduzir em até 20% a produtividade! Quem dirá 20 minutos de cafezinho!!!

Louco, não?

Agora não é porque escrevo isto neste artigo que devemos rotular a situação.

Eu também já tive os meus momentos de necessidade de descompressão. Problemas familiares, pessoais ou de qualquer outro gênero sempre podem interferir na condução do seu dia e essas paradas acabam por se tornar um balão de oxigênio ao longo de um dia tão desgastante.

Contudo, o mais importante disso tudo é a real reflexão.

Esse é realmente um hábito que sempre te acompanhou?

Existe algo que anda te impactando?

Conheci pessoas na minha vida corporativa que tornaram este um habito tão recorrente e que depois ainda reclamavam que trabalhavam até mais tarde que se quer percebiam o ciclo vicioso que engatavam.

Alguns deles, inclusive, no momento que foram desligados se revoltaram e frustraram com o que estava ocorrendo, mas algum tempo depois, com a cabeça fria e uma recolocação profissional encaminhada reconheceram a fuga para os cafezinhos como uma válvula de escape para suportar um trabalho que já não aguentavam mais.

E o que o cafezinho significa para você?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *