Nossa, que ponto de vista interessante…

No começo desse ano, quando comecei a estudar sobre inteligência positiva, descobri que tenho vários pontos de vista interessantes.

O que antes soava como algo estranho começou a fazer total sentido para mim.

Em uma oficina, com uma expert, sobre o assunto começamos a conversar sobre terminologias que sequer sabia que existiam.

O primeiro aprendizado foi: Quociente de Inteligência Positiva (QP). O QP mede qual o percentual de tempo que a sua mente age ao seu favor e qual o percentual como inimiga.

Inimiga? Minha mente?

Estranho, não?

Também achei no momento que tive contato a primeira vez, mas ao me aprofundar nos estudos comecei a ver uma série de pesquisas, artigos e trabalhos de psicologia e neurociência sobre o funcionamento do nosso cérebro e como o funcionamento dele ocorre.

A primeira grande surpresa foi que o nosso cérebro está programado para funcionar no módulo de proteção, mas como um instrumento capaz de realizar tantas coisas maravilhosas, se não for treinado, gasta mais energia tentando nos proteger e nos manter na zona de conforto do que buscando a nossa felicidade?

Pois é, essa foi a minha surpresa, mas os estudos indicam que a principal função do cérebro é a nossa sobrevivência, ele está programado para preservar nossa energia.

E para mudar nossas atitudes precisamos de??? Energia!

A segunda surpresa é que todos temos muitos pontos de vista interessantes, como por exemplo, encontramos defeito o tempo todo em nós mesmos, a necessidade de perfeição em excesso, priorizar sempre as necessidades dos outros ao invés das nossas, concentração excessiva no sucesso exterior e por aí seguimos com outras variáveis.

Nesta história toda o que mais me marcou foi que em vários momentos da minha vida eu me via dizendo isso para mim mesma.

Sabe aquela vozinha que fica na sua cabeça te “falando”: “Nossa, mas como você fez isso?”, “Não ajudar a mamãe é muito egoísmo!”, “Só quando eu tiver um super apartamento estarei feliz.”

Tudo isso que acabei de escrever possui toda uma terminologia técnica, testes e estudos sobre o assunto, mas por enquanto quero apenas deixar todo mundo consciente de que esses pontos de vista interessantes existem e não necessariamente eles vêm para nos ajudar e proteger.

Preste atenção nisso e você começará a perceber!

Beijos e abraços,

Thais Lima

Coach e Mentora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *