Resoluções de começo de ano.

“Opte por aquilo que faz o seu coração vibrar…Apesar de todas as consequências. ” Osho

Os primeiros meses dos anos que se iniciam costumam ser parecidos em todos os cantos do mundo.

O ciclo de votos e esperança é renovado … como mesmo fala o poema do Drummond, sobre o tempo.

Quem inventou o tempo foi um grande sábio, pois compartimentou a esperança, compartimentou os nossos sonhos e o nosso folego para realizar as coisas.

Depois de um ano difícil e com muitas lições aprendidas fica o sentimento muito grande de criar uma nova realidade.

De vibrar com a cabeça e o coração na mesma ressonância…

Uma nova jornada, um novo ciclo.

Um ciclo alinhado com tudo que aprendi e vivi no ano de 2016.

A família até às vezes me pergunta se isso realmente é possível.

Se é ou não eu não posso afirmar que sei.

Contudo posso afirmar que os estudos e os mergulhos andam cada vez mais profundos.

Física quântica, neurociência, emotional freedom techniques (EFT), gratidão, redescoberta do sagrado feminino, comunicação não violenta, produtividade entre outros assuntos começaram a cercar a minha cabeça e o meu coração.

Okay, okay, okay… Thais, pode parar porque nunca ouvi falar em nada do que você está dizendo.

Se posso deixar uma sugestão, a primeira que gostaria de mencionar é para que a intenção, o objetivo e a ação estejam extremamente alinhados.

A mente costuma ser traiçoeira e isso está saindo da boca de uma pessoa absolutamente e extremamente racional, pasmem ou não.

O primeiro movimento que é preciso fazer é fechar os olhos e realmente sentir, o sentimento vem sempre do coração e nunca da razão. Ele normalmente não é facilmente explicado com palavras.

O nosso cérebro foi desenhado para funcionar no módulo de proteção e reserva de energia, por isso sempre vai buscar as mesmas sinapses ou, em outras palavras, tem os mesmos raciocínios.

Os medos, as dúvidas e as angústias, quando olhadas bemmmm de perto tem a mesma origem.

Você já reparou nisso?

Eu achava essa uma grande loucura, até o dia que fui desafiada a parar de pensar por 5 minutos.

Abri um sorriso lateral e pensei: “moleza”…fechei os olhos e tentei esvaziar a minha mente e não pensar em nada…

De repente…passou a lista do mercado, a ligação que eu precisava fazer logo após aqueles 5 minutos…e aí eu brigava comigo mesma e pensava: “Thais, para de pensar” e ao mesmo tempo o cérebro começava a processar outras coisas…

Fiquei muito brava comigo mesmo e fui olhar quanto tempo eu havia ficado naquele processo mental…e … não tinha passado nem 2 minutos!

Socorro!!!!

Parece loucura, não?

Mas eu juro que não é não…

Tentei pedir a ajuda de vários amigos para que fizessem o mesmo exercício e o resultado, na grande, maioria das vezes, foi o mesmo.

A mente não se acalmou.

Por isso, escrevo agora…pois não existe época mais falada no ano para esses tipos de coisas.

E ainda dá tempo!!! Não passou o carnaval…e já que o ditado diz que no Brasil as coisas só começam depois do carnaval…kkk

Vá para um local calmo e que seja agradável, leve papel e caneta.

Feche os olhos, escute uma música suave e que seja gostosa para você…

Quais são as suas intenções para o ano de 2017?

Escolha, por agora, apenas uma área da sua vida e escreva as suas intenções, os seus objetivos e as suas ações.

Por exemplo, as minhas intenções na minha vida familiar são: quero me sentir mais próxima da minha família, quero me reconectar com amigos queridos, quero sentir minha vida mais equilibrada.

Objetivo: encontrar, pessoalmente, com pessoas importantes na minha vida.

Ação: marcar, no mínimo, 2 encontros por mês com amigos e organizar encontro da família nos dois feriados que forem na sexta ou na segunda-feira.

E ae? Topa?

Tente e invente, 2017 será diferente! 😉

Beijos e abraços,

Thais Lima

Coach e Mentora

*As opiniões ou os comentários aqui manifestados não representam as opiniões ou posições da BM&FBOVESPA.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *